Donors Face/ Doadores de Face
Project info

Undressing in front of someone is the definition I cherish about what is portraiture. It fits both ways, but I attach myself to abstraction. My passion for portraits begins when I photographed my great-grandmother, Francisca Ana, this photograph was the first, I think it was the starting point of my love for the portrait.

Since then, I usually dedicate part of my work to photographing people with a clean face, literally, in the search for marks, scars and intensities. I photograph the love, the illusion, the anger. It is challenging to portray the human and his humanity filled with frailty, fear and hope. Nobody lets himself be photographed from scratch, a relationship of trust is required for the portrait, and one does not always have a lifetime to do so. Sometimes you have a morning, an afternoon, an hour.

-

Despir-se diante de alguém, é a definição que acalento sobre o que é retrato. Ela cabe nos dois sentidos, mas prendo-me na abstração. Minha paixão por retratos começa quando fotografei minha bisavó, Francisca Ana, essa fotografia foi a primeira, penso que foi o ponto de partida de meu amor pelo retrato.

Costumeiramente, desde então, dedico parte do meu trabalho a fotografar pessoas de cara limpa, literalmente, na busca das marcas, cicatrizes e intensidades. Fotografo o amor, a ilusão, a raiva. É desafiador retratar o humano e a sua humanidade repleta de fragilidade, medo e esperança. Ninguém se deixa fotografar do nada, requer-se para o retrato uma relação de confiança e nem sempre se tem uma vida inteira para isso. As vezes tem-se uma manhã, uma tarde, uma hora.